Conheça os sintomas da ptose na criança

diagnóstico da ptose infantil

O sinal mais evidente da ptose na criança é a pálpebra caída. A ptose pode afetar uma ou ambas as pálpebras.

Pode estar presente ao nascimento (congênita) ou pode ocorrer mais tarde. Na ptose congênita, os vincos da pálpebra superior podem ser desiguais entre si.

Observe se o seu filho com freqüência inclina a cabeça para trás, para conseguir ver debaixo da queda da pálpebra. Seu bebê pode tentar levantar as pálpebras, movendo para cima de forma evidente as sobrancelhas. Estas manobras de cabeça e faciais são sinais de que a criança está tentando usar os dois olhos para ver.

Posições anormais da cabeça da criança durante seu crescimento podem causar graves problemas no pescoço.

ambliopia em bebêEm crianças, a complicação mais grave da ptose é um olho preguiçoso (ambliopia).

Um olho preguiçoso é quando você não pode ver bem através de um de seus olhos. O cérebro ignora a imagem enviada pelo olho com problemas em favor da imagem recebida pelo olho que vê melhor e com isso não se desenvolve a ligação correta do olho com o cérebro.

Um olho preguiçoso pode ser corrigido tampando-se o olho que vê melhor para forçar seu desenvolvimento, mas depois dos oito anos de idade as vias visuais já se desenvolveram e pode ser impossível preservar a visão de um olho preguiçoso.

As crianças podem ser mais sensíveis aos efeitos visíveis de uma ptose e esta condição pode levar a problemas emocionais e sociais.

Em ambos, adultos e crianças, a ptose pode atrapalhar a visão e tornar difícil de realizar atividades cotidianas como ler, subir escadas ou dirigir. Para algumas pessoas a ptose pode causar dores de cabeça, geralmente na frente da cabeça.

A maioria dos cirurgiões concorda que a ptose congênita deve ser reparada antes da criança começar a frequentar a escola regularmente.

Uma exceção a essa cronologia é encontrada em pacientes com ptose bilateral grave, que interfere com a capacidade da criança para aprender a andar. A ação do músculo levantador nessas crianças é sempre tão pobre que uma suspensão frontal é necessária.

Outra exceção é encontrada em pacientes com ptose congênita unilateral severa, onde o  desenvolvimento visual normal é comprometido pela oclusão total do eixo visual. É comum nestes casos o desenvolvimento de ambliopia ou cegueira por desuso, que deve ser tratada com urgência cirúrgica, com a correção da ptose.