O que é a Ptose?

exemplo de ptose palpebral

Quem tem ptose palpebral não vive feliz com a sua aparência. A boa notícia é que na maior parte dos casos a ptose palpebral pode ser corrigida cirurgicamente. 

Ptose palpebral é o termo médico para a queda da pálpebra superior. Pode ser de um lado só ou bilateral.

A ptose palpebral pode ser congênita, quando a criança nasce com ptose. Já a ptose adquirida depois de adulto precisa ser diagnosticada, porque pode ser causada por miastenia grave, lesão do nervo oculomotor e lesão da inervação simpática. 

Também denominada blefaroptose, a ptose palpebral pode ser uma simples alteração estética quanto um problema funcional severo, nos casos em que cobre o eixo visual. O único tratamento para a ptose palpebral é cirúrgico. É uma cirurgia eletiva, portanto deve ser planejada e os seus riscos e benefícios avaliados cuidadosamente. O bom resultado da cirurgia vai depender do tipo de ptose, da técnica utilizada na cirurgia e da experiência do cirurgião.

Comunique-se conosco

Como recebemos um grande número de e-mails com dúvidas de pais de crianças com ptose congênita, iniciamos a nossa série de entrevistas com o Dr. Henrique Kikuta, cirurgião oculoplástico com mais de 30 anos de experiência na correção da ptose palpebral.

O Dr.Henrique Kikuta explica a importância dos bebês com ptose serem examinados por um oftalmologista pediatra e como a cirurgia de ptose congênita tem o dom de restituir a alegria e a sociabilidade às crianças.